capa do post sobre mulheres que mudaram o mundo da moda
|

3 Mulheres que mudaram o mundo da moda!

Algumas das grandes conquistas das mulheres e do feminismo foram no mundo da moda, como, por exemplo, o direito de usar calças ou até mesmo usar saias mais curtas e roupas consideradas mais “reveladoras”.

Assim como as importantes mulheres do mundo contemporâneo, aquelas que lutaram por tais direitos marcaram para sempre como a nossa sociedade viu, vê e ainda verá a maneira em que nós nos vestimos. Muito além de roupas, a moda se tornou uma forma de mostrar nossa personalidade e uma forma que muitas encontraram para protestar.

Confira abaixo três mulheres que mudaram o mundo da moda:

Sabia que no Etiqueta Única você pode vender sua bolsa de luxo com discrição e rapidez no maior brechó de luxo online do Brasil? Descubra como vender suas bolsas de luxo agora!

03. Gabrielle Chanel

Gabrielle Bonheur Chanel nasceu no dia 19 de Agosto de 1883 na pacata vila de Saumur, localizada no interior da França. Filha de Eugénie Jeanne Devolle, uma lavadeira que era solteira quando ela nasceu, e a segunda filha de  Albert Chanel, um vendedor de rua, que comercializava roupas de trabalho e roupas íntimas, Gabrielle ficou órfã de mãe quando tinha apenas 12 anos, vítima de tuberculose.

Quando tinha apenas 13 anos de idade, seu pai resolveu colocá-la junto a sua irmã em um internato católico para moças na cidade de Abauzine, onde ficou até completar 18 anos de idade. Por mais que pudesse permanecer na cidade, decidiu se mudar para uma pensão jovens católicas localizada na cidade de Moulins.

Na pensão, Gabrielle se aperfeiçoou como costureira, além de reencontrar sua tia, Adrienne, irmã mais nova de sua mãe. Em 1903, a dupla foi considerada apta com agulha e linha e foram mandadas para a Maison Grampayre, um ateliê de costura especializado na confecção de enxovais. Quatro anos mais tarde, por volta de 1907, muito cortejada, Chanel começou a fazer suas primeiras aparições no La Rotonde, um “café-concerto” frequentado por oficiais de um regimento de cavalaria estacionado em Moulins. Lá, ela se apresentava como cantora, cantando a música “Qui qu’a vu Coco dans l’Trocadéro”, surgindo assim seu apelido, Coco.

Coco Chanel. (Foto: Reprodução/Vogue Brasil)
Coco Chanel. (Foto: Reprodução/Vogue Brasil)

Foi através de seu primeiro namorado, Etienne Balsan (que conheceu no café e a inseriu na alta sociedade de Paris), que Gabrielle conheceu o grande amor de sua vida, Arthur Capel, que foi o responsável em ajudá-la à sair do ateliê e abrir sua primeira lojas de chapéus em 1910.

O caminho para o sucesso não foi fácil. Chanel teve de enfrentar a sociedade machista do século XX, e uma mentalidade onde as mulheres não tinham muito espaço na sociedade. No começo de sua carreira na moda, vendia elegantes chapéus femininos e acessórios. A loja era localizada na região da Balsan, ponto de encontro de burgueses e políticos franceses, o que deu grande vantagem e oportunidade para Gabrielle vender seus sofisticados chapéus.

Com um estilo simples, sem adorno e flores, seus chapéus conquistaram as damas parisienses que frequentavam o jóquei clube da cidade. Chanel gostava de ousar em seus trajes, misturando peças femininas e masculinas, o que incomodava os homens da sociedade (e fato que a incentivou a se dedicar à costura). Arthur viu em Coco uma futura mulher de negócios, e a ajudou a comprar um imóvel no prestigiado endereço 21 Rue Cambon.

Coco Chanel. (Foto: Reprodução/Pajaris)
Coco Chanel. (Foto: Reprodução/Pajaris)

Suas peças com corte simples encantaram as mulheres, e, em 1913 (antes da Primeira Guerra Mundial) inaugurou duas boutiques simultaneamente em Deauville e em Paris. Nesta época, a estilista começou a confeccionar roupas esportivas femininas como, por exemplo, blusas com golas rolês, que tinham inspiração nos marinheiros e eram feitas de malha e tricô.

Dois anos mais tarde, em 1915, abriu seu primeiro ateliê de Alta Costura, e, em 1918, se fixou definitivamente no número 31 da Rue Cambon, onde a loja está até hoje. Coco revolucionou o mundo da moda do Século XX ao libertar as mulheres de faixas e corpetes apertados em saias de babados, fazendo com que elas se sentissem poderosas e livres usando roupas mais simples e práticas.

Ao decorrer das décadas, a estilista francesa foi responsável por inúmeros modelos de vestuário que são icônicos até hoje, como peças em jérsei, cardigãs, tailleurs em tweed, saias plissadas, vestidos em cortes retos em sem mangas, e, é claro, o famoso vestido pretinho básico. Além de revolucionar o mundo dos acessórios com a sofisticada bolsa flap com alças, que deixava os braços das mulheres livres.

Estilista Coco Chanel. (Foto: Reprodução/Glamurama)
Estilista Coco Chanel. (Foto: Reprodução/Glamurama)

Com um estilo chique e minimalista, Chanel foi pioneira e visionária em diversos aspectos da moda feminina e suas criações foram inovadoras e se tornaram peças clássicas nos dias de hoje.

02. Diane Von Furstenberg

Diane Simone Michelle Halfin nasceu no dia 31 de dezembro de 1946 na cidade de Bruxelas, sua família de classe média-alta era judia e sobrevivente do campo de concentração de Auschwitz. Antes de se tornar estilista, Diane foi princesa, quando casou-se com o príncipe Egon von Furstenberg, descendente de uma família alemã, aos 18 anos.

Em 1969, mudou-se para Nova Iorque com o marido, fato que mudou sua vida para sempre. Apesar de ser de uma classe alta e não ter necessidade de trabalhar, Diane desenhou uma coleção de vestido de jersey por hobby no ano de 1972 e seu talento foi elogiado pela lendária editora da Vogue, Diana Vreeland.

No ano seguinte, ao criar o icônico Wrap Dress (vestido envelope em tradução livre), que era confeccionado em jersey de algodão, cruzado na altura dos seios e fechado por um laço na cintura. O modelo rapidamente se tornou um sucesso entre as mulheres americanas, sendo usado desde mães de classe média à atrizes de Hollywood.

Foto: Reprodução/Instagram @therealdvf.
Foto: Reprodução/Instagram @therealdvf.

Diane era tão bem sucedida, que no ano de 1976, vendia 25 mil peças por semana. Seu slogan “Sinta-se como uma mulher, vista-se como uma mulher” se tornou referência de sua marca (que tinha como nome suas iniciais, DVF) e o wrap dress o must-have da temporada.

Apesar de ter tido um sucesso estrondoso nos anos 70, Diane deu uma pausa na carreira e mudou-se para Paris em 1985, onde trabalhou como editora. A estilista belga então retornou para os Estados Unidos onde fez sucesso com vendas pela televisão da linha de roupas Silk Assets no ano de 1992. Foi apenas no ano de 1997 que Diane voltou com sua marca (agora batizada com suas iniciais, DVF) e continua até hoje a ter grande êxito globalmente.

A estilista possui um estilo democrático e feminino, que valoriza todos os tipos de silhuetas, transmitindo feminilidade e sensualidade em suas peças.

Diane Von Furstenberg.
Diane Von Furstenberg.

01. Audrey Hepburn

Audrey Kathleen Hepburn-Ruston, popularmente conhecida como Audrey Hepburn,  nasceu no dia 4 de Maio de 1929 na comuna de Ixelled, Bruxelas, Bélgica. Teve uma infância protegida e privilegiada, viajando por diversos países por conta do trabalho de seu pai, o que fez com que aprendesse seis idiomas: neerlandês, inglês, alemão, francês, espanhol e italiano.

Após seu pai deixar a família repentinamente (que na época morava em Linkebeek, Bruxelas) em 1935, Audrey e sua mãe se mudaram para Kent, Inglaterra, onde foi educada em uma pequena escola privada em Elham. Em 1939, após a Grã-Bretanha declarar guerra contra a Alemanha, sua mãe a transferiu para Arnhem, Holanda, na esperança de que, tal-qualmente acontecera na Primeira Guerra Mundial, os Países Baixos continuassem neutros e fossem poupados de um ataque alemão.

Na cidade holandesa, a belga frequentou o Conservatório de Arnhem de 1939 a 1945, onde teve aulas de balé durante os últimos anos de internato, após isso, continuou treinando em Arnhem sob a tutela de Winja Marova, tornando-se sua “aluna estrela”. Com o final da guerra em 1945, Audrey se mudou com a mãe para Amsterdã, cidade que havia sido menos deteriorada e que sempre manteve-se como um destacado centro cultural.

Foto: Reprodução/Instagram @hepburnsmagic.
Foto: Reprodução/Instagram @hepburnsmagic.

Sua estreia no cinema aconteceu em 1948, quando interpretou uma aeromoça em “Dutch in Seven Lessons”, um filme de viagem educacional feito por Charles van der Linden e Henry Josephson. No mesmo ano, mudou-se para Londres com a mãe depois de ter ganho uma bolsa de estudos no Ballet Rambert. Ela sustentou-se com o trabalho a tempo parcial como modelo. Depois que Rambert lhe disse que, apesar de seu talento, sua estatura e constituição fraca (o resultado da desnutrição em tempo de guerra) tornariam inatingível o status de bailarina principal; Hepburn, portanto, decidiu concentrar-se em atuar.

Após pequenas participações em diversos filmes, Audrey estrelou na Broadway na peça “Gigi”, depois de ter sido descoberta pela romancista francesa Colette, em cujo trabalho o espetáculo foi baseado. O estrelato veio depois de ter interpretado o papel principal no longa “Férias em Roma” em 1953, o qual lhe rendeu inúmeros prêmios como o Oscar, Bafta e Globo de Ouro de Melhor Atriz, tornando-se a primeira atriz a vencer os prêmios supracitados em uma única performance.

Após isso, Audrey não parou de trabalhar e sua fama foi apenas aumentando, estrelou a peça “Ondine” e os filmes e seriados televisivos “Sabrina”, “Cinderela em Paris”, “Guerra e Paz”, “Histórias de uma Freira”, “My Fairy Lady”, entre muitos outros. Porém, o papel o qual ficou mundialmente conhecida foi o de Holly Golightly no clássico “Bonequinha de Luxo”.

Foto: Reprodução/Instagram @hepburnsmagic.
Foto: Reprodução/Instagram @hepburnsmagic.

Além de ser reconhecida por seu talento e por sua beleza clássica e angelical, Audrey ganhou grande destaque no mundo da moda por seu estilo simples, porém muito sofisticado. Ela se tornou musa e uma grande amiga do icônico estilista francês Hubert de Givenchy, fato que fez com que fosse referência e uma grande inspiração para milhares de mulheres até hoje.

Estas são apenas algumas das incríveis mulheres que mudaram o mundo da moda! Seja criando peças que revolucionaram o armário das mulheres ao redor o mundo, ou contribuições através de seus looks que inspiraram milhares de pessoas, seus legados continuam vivos até hoje.

Posts Similares

Inscreva-se em nossa Newsletter e Ganhe até 15% off em sua próxima compra no Etiqueta Única

Cadastre-se em nossa newsletter e receba dicas, novidade e promoções em primeira mão do Etiqueta Única, além de um Cupom e desconto de até 15% para suas próximas compras!



Stories

Novidades

capa do post sobre falecimento do estilista roberto cavalli

Icônico estilista Roberto Cavalli morre aos 83 anos

O mundo da moda recebeu uma triste notícia na tarde desta sexta feira, 12 de Abril. O icônico designer italiano Roberto Cavalli faleceu aos 83 anos de idade na cidade de Florença, Itália. A informação foi confirmada na página oficial da marca no Instagram. Herdeiro de uma família de artistas, Cavalli estudou no Instituto de…

SPFW N57: 3 Desfiles que se Destacaram na Semana de Moda de São Paulo!

A tradicional São Paulo Fashion Week (SPFW) realiza em 2024 a sua 57ª edição, trazendo um espetáculo de criatividade e inovação para a moda brasileira. Com o tema “Sintonia”, o evento começou na terça-feira, dia 9 de abril, e continua até domingo, 14 de abril, destacando a riqueza da diversidade e da representatividade nas passarelas….

Elegância e Sofisticação: Conheça a história da Valentino!

Considerado o “rei do chique”, Valentino se tornou um estilista icônico, respeitado e adorado pelas celebridades mais sofisticadas do planeta, além de ter transformado a história da alta costura. Com criações charmosas e que encantam pela excelência e qualidade, as criações do estilista se diferenciam por serem luxuosas, soberbas (mas sem deixarem de serem elegantes)…
capa do post sobre exposição de alexander mcqueen nos eua

Alexander McQueen irá ganhar nova exposição nos Estados Unidos

A Alexander McQueen é uma marca inglesa que foi fundada por Lee Alexander McQueen em 1992. Se tornou conhecida por suas roupas inovadoras com caimento perfeito e seus desfiles chocantes e teatrais. A marca mudou o conceito de como a moda é vista e seu significado, mostrando que pode ser uma forma de expressão cultural…
descubra-o-nome-por-tras-das-iniciais-mk

Revelado: O Nome da Marca MK Que Todo Fashionista Precisa Conhecer!

Se você é um apaixonado por bolsas de luxo, é muito provável que já tenha se deparado com modelos adornados com as iniciais “MK” e se perguntado: afinal, qual é o nome da marca MK? Essa é uma dúvida bastante compreensível, especialmente se você não é um especialista no mundo da moda. Enquanto estamos acostumados…
capa do post de best of new in

Best of Monogram: 5 Peças de Monograma no Etiqueta Única

Quase todas as marcas de luxo possuem uma estampa característica memorável e que remete fielmente a elas. Qualquer pessoa ligada ao universo da moda de luxo as conhece bem e consegue facilmente associá-las à suas devidas marcas, conectando assim a “criação com o criador”. Essas estampas icônicas são os famosos monogramas. Descritos como combinação de…
capa do post sobre bolsas clássicas louis vuitton para presentear sua mãe

Dia das Mães: Bolsas Louis Vuitton Clássicas para presentear!

Uma das marcas de luxo mais renomadas e queridas do mundo da moda, a Louis Vuitton possui uma tradição de mais de 160 anos no mercado e é, atualmente, uma das mais valiosas do ramo. Conhecido por todos, o império Louis Vuitton possui peças icônicas que são sucesso de venda e sonho de consumo para…
capa do post sobre quanto custa uma bolsa da Dior nos EUA

Quanto custa uma bolsa Dior nos Estados Unidos?

Uma das marcas de luxo mais tradicionais e conhecidas do mundo, a Dior é sinônimo de sofisticação, elegância e atemporalidade. Com mais de 70 anos de história, a maison francesa se tornou referência por suas peças refinadas e com estilo feminino, tendo diversos itens icônicos e que são referência, sendo suas bolsas os itens de…

Nos Bastidores da Moda: Descubra Onde fica a Fábrica da Versace!

Que a grife da medusa é uma das mais famosas e conhecidas no mercado de luxo, não é novidade para ninguém. No entanto você sabe onde fica a fábrica da Versace? A marca fundada em Milão em 1978 por Gianni Versace estabeleceu um lugar de destaque na indústria da moda. Ela ficou conhecida por suas…
capa do post de curiosidades sobre christian louboutin

Dicas de autenticidade de sapatos Christian Louboutin

Christian Louboutin é uma marca francesa mundialmente conhecida por seus sapatos com as icônicas solas vermelhas e com design pensados em alongar as pernas femininas e valorizar sua silhueta. O estilista homônimo se tornou referência em sapatos de salto alto e seus produtos são considerados alguns dos melhores do mundo no ramo da sapataria. Há…
capa do post sobre a parceria h&m x mugler

Mugler lança coleção de calçados!

A Mugler foi fundada por Thierry Mugler em 1973 na cidade de Paris, França. Suas primeiras criações foram marcadas por terem um visual que combinava a estética punk com os clássicos ternos de ombros largos inspirados nos uniformes militares franceses, resultando em um visual sofisticadamente urbano. Atualmente, é conhecida por sempre procurar pela inovação que…
capa do post sobre sapatos para usar neste outono

4 Sapatos para usar neste outono!

O Outono já começou e, em breve, os dias mais friozinhos e de temperaturas baixas irão se tornar realidade em inúmeras cidades brasileiras. Fato com que faz com  que nosso guarda roupa também sofra mudanças. As roupas fresquinhas e leves de verão e primavera dão lugar para aquelas mais pesadas e confeccionadas de tecidos como…