capa do post sobre mulheres que marcaram o mundo da moda
|

Mulheres que marcaram o mundo da moda!

Algumas das grandes conquistas das mulheres e do feminismo foram no mundo da moda, como, por exemplo, o direito de usar calças ou até mesmo usar saias mais curtas.

Assim como as importantes mulheres do mundo contemporâneo, aquelas que lutaram por tais direitos marcaram para sempre como a nossa sociedade viu, vê e ainda verá a maneira em que nós nos vestimos. Muito além de roupas, a moda se tornou uma forma de mostrar nossa personalidade e uma forma que muitas encontraram para protestar.

Confiram algumas das mulheres que marcaram o mundo da moda:

Sabia que no Etiqueta Única você pode vender sua bolsa de luxo com discrição e rapidez no maior brechó de luxo online do Brasil? Descubra como vender suas bolsas de luxo agora!

Coco Chanel

Gabrielle Bonheur Chanel nasceu no dia 19 de Agosto de 1883 na pacata vila de Saumur, localizada no interior da França. Filha de Eugénie Jeanne Devolle, uma lavadeira que era solteira quando ela nasceu, e a segunda filha de  Albert Chanel, um vendedor de rua, que comercializava roupas de trabalho e roupas íntimas, Gabrielle ficou órfã de mãe quando tinha apenas 12 anos, vítima de tuberculose.

Quando tinha apenas 13 anos de idade, seu pai resolveu colocá-la junto a sua irmã em um internato católico para moças na cidade de Abauzine, onde ficou até completar 18 anos de idade. Por mais que pudesse permanecer na cidade, decidiu se mudar para uma pensão jovens católicas localizada na cidade de Moulins.

Na pensão, Gabrielle se aperfeiçoou como costureira, além de reencontrar sua tia, Adrienne, irmã mais nova de sua mãe. Em 1903, a dupla foi considerada apta com agulha e linha e foram mandadas para a Maison Grampayre, um ateliê de costura especializado na confecção de enxovais. Quatro anos mais tarde, por volta de 1907, muito cortejada, Chanel começou a fazer suas primeiras aparições no La Rotonde, um “café-concerto” frequentado por oficiais de um regimento de cavalaria estacionado em Moulins. Lá, ela se apresentava como cantora, cantando a música “Qui qu’a vu Coco dans l’Trocadéro”, surgindo assim seu apelido, Coco.

Estilista Coco Chanel. (Foto: Reprodução/Glamurama)
Estilista Coco Chanel. (Foto: Reprodução/Glamurama)

Foi através de seu primeiro namorado, Etienne Balsan (que conheceu no café e a inseriu na alta sociedade de Paris), que Gabrielle conheceu o grande amor de sua vida, Arthur Capel, que foi o responsável em ajudá-la à sair do ateliê e abrir sua primeira lojas de chapéus em 1910.

O caminho para o sucesso não foi fácil. Chanel teve de enfrentar a sociedade machista do século XX, e uma mentalidade onde as mulheres não tinham muito espaço na sociedade. No começo de sua carreira na moda, vendia elegantes chapéus femininos e acessórios. A loja era localizada na região da Balsan, ponto de encontro de burgueses e políticos franceses, o que deu grande vantagem e oportunidade para Gabrielle vender seus sofisticados chapéus.

Com um estilo simples, sem adorno e flores, seus chapéus conquistaram as damas parisienses que frequentavam o jóquei clube da cidade. Chanel gostava de ousar em seus trajes, misturando peças femininas e masculinas, o que incomodava os homens da sociedade (e fato que a incentivou a se dedicar à costura). Arthur viu em Coco uma futura mulher de negócios, e a ajudou a comprar um imóvel no prestigiado endereço 21 Rue Cambon.

 Coco Chanel. (Foto: Reprodução/Vogue Brasil)
Coco Chanel. (Foto: Reprodução/Vogue Brasil)

Suas peças com corte simples encantaram as mulheres, e, em 1913 (antes da Primeira Guerra Mundial) inaugurou duas boutiques simultaneamente em Deauville e em Paris. Nesta época, a estilista começou a confeccionar roupas esportivas femininas como, por exemplo, blusas com golas rolês, que tinham inspiração nos marinheiros e eram feitas de malha e tricô.

Dois anos mais tarde, em 1915, abriu seu primeiro ateliê de Alta Costura, e, em 1918, se fixou definitivamente no número 31 da Rue Cambon, onde a loja está até hoje. Coco revolucionou o mundo da moda do Século XX ao libertar as mulheres de faixas e corpetes apertados em saias de babados, fazendo com que elas se sentissem poderosas e livres usando roupas mais simples e práticas.

Coco Chanel. (Foto: Reprodução/Pajaris)
Coco Chanel. (Foto: Reprodução/Pajaris)

Ao decorrer das décadas, a estilista francesa foi responsável por inúmeros modelos de vestuário que são icônicos até hoje, como peças em jérsei, cardigãs, tailleurs em tweed, saias plissadas, vestidos em cortes retos em sem mangas, e, é claro, o famoso vestido pretinho básico. Além de revolucionar o mundo dos acessórios com a sofisticada bolsa flap com alças, que deixava os braços das mulheres livres.

Com um estilo chique e minimalista, Chanel foi pioneira e visionária em diversos aspectos da moda feminina e suas criações foram inovadoras e se tornaram peças clássicas nos dias de hoje.

Audrey Hepburn

Audrey Kathleen Hepburn-Ruston, popularmente conhecida como Audrey Hepburn,  nasceu no dia 4 de Maio de 1929 na comuna de Ixelled, Bruxelas, Bélgica. Teve uma infância protegida e privilegiada, viajando por diversos países por conta do trabalho de seu pai, o que fez com que aprendesse seis idiomas: neerlandês, inglês, alemão, francês, espanhol e italiano.

Após seu pai deixar a família repentinamente (que na época morava em Linkebeek, Bruxelas) em 1935, Audrey e sua mãe se mudaram para Kent, Inglaterra, onde foi educada em uma pequena escola privada em Elham. Em 1939, após a Grã-Bretanha declarar guerra contra a Alemanha, sua mãe a transferiu para Arnhem, Holanda, na esperança de que, tal-qualmente acontecera na Primeira Guerra Mundial, os Países Baixos continuassem neutros e fossem poupados de um ataque alemão

Na cidade holandesa, a belga frequentou o Conservatório de Arnhem de 1939 a 1945, onde teve aulas de balé durante os últimos anos de internato, após isso, continuou treinando em Arnhem sob a tutela de Winja Marova, tornando-se sua “aluna estrela”. Com o final da guerra em 1945, Audrey se mudou com a mãe para Amsterdã, cidade que havia sido menos deteriorada e que sempre manteve-se como um destacado centro cultural.

Foto: Reprodução/Instagram @hepburnsmagic.
Foto: Reprodução/Instagram @hepburnsmagic.

Sua estréia no cinema foi em 1948, quando interpretou uma aeromoça em “Dutch in Seven Lessons”, um filme de viagem educacional feito por Charles van der Linden e Henry Josephson. No mesmo ano, mudou-se para Londres com a mãe depois de ter ganho uma bolsa de estudos no Ballet Rambert. Ela sustentou-se com o trabalho a tempo parcial como modelo. Depois que Rambert lhe disse que, apesar de seu talento, sua estatura e constituição fraca (o resultado da desnutrição em tempo de guerra) tornariam inatingível o status de bailarina principal; Hepburn, portanto, decidiu concentrar-se em atuar.

Após pequenas participações em diversos filmes, Audrey estrelou na Broadway na peça “Gigi”, depois de ter sido descoberta pela romancista francesa Colette, em cujo trabalho o espetáculo foi baseado. O estrelato veio depois de ter interpretado o papel principal no longa “Férias em Roma” em 1953, o qual lhe rendeu inúmeros prêmios como o Oscar, Bafta e Globo de Ouro de Melhor Atriz, tornando-se a primeira atriz a vencer os prêmios supracitados em uma única performance.

Após isso, Audrey não parou de trabalhar e sua fama foi apenas aumentando, estrelou a peça “Ondine” e os filmes e seriados televisivos “Sabrina”, “Cinderela em Paris”, “Guerra e Paz”, “Histórias de uma Freira”, “My Fairy Lady”, entre muitos outros. Porém, o papel o qual ficou mundialmente conhecida foi o de Holly Golightly no clássico “Bonequinha de Luxo”.

Foto: Reprodução/Instagram @hepburnsmagic.
Foto: Reprodução/Instagram @hepburnsmagic.

Além de ser reconhecida por seu talento e por sua beleza clássica e angelical, Audrey ganhou grande destaque no mundo da moda por seu estilo simples, porém muito sofisticado. Ela se tornou musa e uma grande amiga do icônico estilista francês Hubert de Givenchy, fato que fez com que fosse referência e uma grande inspiração para milhares de mulheres até hoje.

Miuccia Prada

A moda sempre esteve presente na vida de Miuccia Prada, já que a mesma é neta de Mario Prada, um dos fundador da luxuosa marca Prada.

Mario e seu irmão, Martino, fundaram a marca no ano de 1913 em Milão, com o nome de Fratelli Prada (irmãos Prada em italiano). Os irmãos abriram sua primeira loja na prestigiada Galleria Vittorio Emanuele II em 1913, onde vendiam e produziam exclusivos acessórios de luxo, como malas de viagem, bolsas e acessórios em couros especiais e diferenciados, como couro de leão marinho, que era importado da Inglaterra.

A marca ficou conhecida por seus artigos de alta qualidade e luxo e, já em 1919, a loja em Milão virou a favorita da realeza e aristocracia italiana. Além de ser apontada como fornecedora oficial da Família Real Italiana.

Foto: Reprodução/Instagram @whatmiuccia.
Foto: Reprodução/Instagram @whatmiuccia.

Antes de ingressar no mundo da moda, Miuccia cursou Ciências Políticas na Universidade de Milão. Ingressou na marca da família (que tinha sua mãe, Luiza Prada como sucessora de Mario) nos anos 80, no departamento de acessórios, onde atualizou o design de toda a linha e também criou uma linha de mochilas confeccionada em nylon (ideia inovadora na marca, já que utilizavam apenas couro em suas peças).

Sua primeira coleção feminina para a Prada foi desfilada em 1988 e foi um sucesso de crítica. Em 1993, lançou a Miu Miu como uma segunda linha da Prada, que tinha como inspiração o seu próprio guarda roupa, além de possuir um estilo jovial e moderno.

Estando à frente da empresa, Miuccia a transformou em um império da moda e a consolidou como uma das referências no setor de luxo. Sua carreira é marcada por sua criatividade e pela busca do diferencial e inovador em suas criações.

Foto: Reprodução/Instagram @whatmiuccia.
Foto: Reprodução/Instagram @whatmiuccia.

Marilyn Monroe

Norma Jeane Baker, conhecida popularmente como Marilyn Monroe nasceu no dia 1º de Junho de 1926 em Los Angeles, Estados Unidos.

Marilyn teve uma infância conturbada, com sua mãe se internando frequentemente em instituições mentais e passando por diversos lares adotivos ao longo dos anos até se casar, aos 16 anos de idade, com seu vizinho.

Enquanto trabalhava em uma fábrica de munições na Califórnia, Norma foi descoberta por uma fotógrafa, que se encantou com ela por ser “fotogênica naturalmente”, começando assim sua carreira de modelo. A carreira de atriz começou em 1946, quando tinha apenas 20 anos de idade e que se divorciou, ao assinar um contrato com a 20th Century Fox e pintar seu cabelo de loiro e adotar o nome artístico de Marilyn Monroe.

Foto: Reprodução/Instagram @marilyn_marlon.
Foto: Reprodução/Instagram @marilyn_marlon.

Após pequenas participações e papéis secundários em filmes, o estrelato veio com o filme Niagara de 1953, onde interpretou uma esposa adúltera que se alia ao amante para matar o marido. Após isso, Marilyn se tornou a queridinha de Hollywood, atuando em diversos filmes como Bus Stop, The Prince and the Show Girl e Some Like Hot.

A atriz não era conhecida apenas por seu talento, mas também por sua beleza e principalmente por seu estilo, influenciando inúmeras mulheres na época e até mesmo nos dias atuais. Uma de suas cores favoritas de usar era o branco, que enfatizavam seus cabelos loiros, seus looks tinham um grande papel na sua imagem de estrela, sendo muitas vezes bem reveladores.

Foto: Reprodução/Instagram @realinfinitemarilynmonroe.
Foto: Reprodução/Instagram @realinfinitemarilynmonroe.

Diane Von Furstenberg

Diane Simone Michelle Halfin nasceu no dia 31 de dezembro de 1946 na cidade de Bruxelas, sua família de classe média-alta era judia e sobrevivente do campo de concentração de Auschwitz. Antes de se tornar estilista, Diane foi princesa, quando casou-se com o príncipe Egon von Furstenberg, descendente de uma família alemã, aos 18 anos.

Em 1969, mudou-se para Nova Iorque com o marido, fato que mudou sua vida para sempre. Apesar de ser de uma classe alta e não ter necessidade de trabalhar, Diane desenhou uma coleção de vestido de jersey por hobby no ano de 1972 e seu talento foi elogiado pela lendária editora da Vogue, Diana Vreeland.

No ano seguinte, ao criar o icônico Wrap Dress (vestido envelope em tradução livre), que era confeccionado em jersey de algodão, cruzado na altura dos seios e fechado por um laço na cintura. O modelo rapidamente se tornou um sucesso entre as mulheres americanas, sendo usado desde mães de classe média à atrizes de Hollywood.

Foto: Reprodução/Instagram @therealdvf.
Foto: Reprodução/Instagram @therealdvf.

Diane era tão bem sucedida, que no ano de 1976, vendia 25 mil peças por semana. Seu slogan “Sinta-se como uma mulher, vista-se como uma mulher” se tornou referência de sua marca (que tinha como nome suas iniciais, DVF) e o wrap dress o must-have da temporada.

Apesar de ter tido um sucesso estrondoso nos anos 70, Diane deu uma pausa na carreira e mudou-se para Paris em 1985, onde trabalhou como editora. A estilista belga então retornou para os Estados Unidos onde fez sucesso com vendas pela televisão da linha de roupas Silk Assets no ano de 1992. Foi apenas no ano de 1997 que Diane voltou com sua marca (agora batizada com suas iniciais, DVF) e continua até hoje a ter grande êxito globalmente.

A estilista possui um estilo democrático e feminino, que valoriza todos os tipos de silhuetas, transmitindo feminilidade e sensualidade em suas peças.

Foto: Reprodução/Instagram @therealdvf.
Foto: Reprodução/Instagram @therealdvf.

Estas são apenas algumas das incríveis mulheres que marcaram o mundo da moda, seja com designs inovadores ou como um marco de estilo. Qual a sua favorita? Nos conte nos comentários!

Posts Similares

Inscreva-se em nossa Newsletter e Ganhe até 15% off em sua próxima compra no Etiqueta Única

Cadastre-se em nossa newsletter e receba dicas, novidade e promoções em primeira mão do Etiqueta Única, além de um Cupom e desconto de até 15% para suas próximas compras!



Stories

Novidades

capa do post sobre maneiras de criar looks elegantes com peças básicas

5 Maneiras de Criar Looks Elegantes com Peças Básicas

Foi-se o tempo de dizer que produções com peças básicas eram simples, sem graça e que não poderiam ser estilosas! Com o minimalismo (e seu lema de que menos é mais) em alta há alguns anos, estas produções se tornaram mais frequentes entre as fashionistas! Existem diversos truques e maneiras de transformar completamente um look…
capa post bolsas em alta que você encontra no eú

Loewe e On Running lançam nova coleção cápsula!

A Loewe é uma marca de luxo espanhola que tem o artesanato como essencial. Conquistou celebridades e fashionistas ao redor do mundo com sua centenária e rica história repleta de criações exclusivas e desejadas como bolsas e artigos de couro. Ao longo dos mais de cem anos, a qualidade, os designs únicos e a exclusividade…
capa do post sobre a nova it bag da prada

Super Sale: 5 Bolsas de Marcas Italianas para Aproveitar!

Quando pensamos em marcas de luxo, alguns dos primeiros nomes que se vêm na cabeça são Gucci, Prada, Fendi, Valentino, e por aí vai, certo? Por mais que tenham estilos e histórias completamente diferentes, elas tem um ponto em comum: seu país de origem, a Itália. Elas ganham grande notoriedade por diversos motivos: seja por…

Flávia Alessandra usa Vestido Maison Alaia

Se você já se questionou quem são as celebridades adeptas da moda circular, saiba que a atriz e fashionista brasileira, Flavia Alessandra, é uma das mulheres que estão sempre apostando em peças do Etiqueta Única, o maior portal second hand da América Latina. Em suas redes sociais, a atriz exibiu uma de suas últimas escolhas:…
capa do post sobre curiosidades sobre a hermès

5 Dicas de Autenticidade de Bolsas Hermès!

Uma das marcas de luxo mais valiosas, renomadas e conhecidas do mundo, a Hermès foi fundada em 1837 pelo seleiro francês Thierry Hermès na cidade de Paris, França. Ao longo de seus 186 anos de história, a grife francesa criou modelos icônicos de bolsas que se tornaram objeto de desejo para milhares de mulheres ao…
capa do post sobre parceria dior e parley for the oceans

Dior lança coleção cápsula com a Parley for the Oceans

Uma das marcas de luxo mais tradicionais e conhecidas do mundo, a Dior é sinônimo de sofisticação, elegância e atemporalidade. Com mais de 76 anos de história, a maison francesa se tornou referência por suas peças refinadas e com estilo feminino, tendo diversos itens icônicos e que são referência, como a clássica bolsa Lady Dior,…
capa do post sobre melhores oportunidades chanel

As Bolsas Clássicas atemporais para investir na Super Sale

A bolsa é um dos acessórios mais queridos e necessários na vida de uma mulher. Sua invenção data dos tempos pré-históricos, quando o povos nômades encontraram uma solução para levar consigo suas comidas. Há também gravuras em pirâmides egípcias, que mostram pessoas levando sacos amarrados à cintura. Ao longo dos séculos, ela foi reinventada milhares…

Top 5 Sapatos Masculinos de Luxo na Super Sale!

Nos últimos anos, uma tendência interessante tem emergido: a crescente demanda por sapatos masculinos de luxo nos brechós e portais second hand especializados em grifes famosas. A busca por peças exclusivas e de qualidade é uma constante, e isso também se estende aos homens. Essa tendência não apenas reflete uma mudança no comportamento de consumo,…
capa do post sobre bolsas para trabalhar na super sale

Modelos de bolsas para Trabalhar que você encontra na Super Sale

A bolsa é um acessório indispensável e que está presente no dia a dia de qualquer mulher. Ela surgiu com o simples intuito de ajudar a carregar os itens pessoais necessários de uma maneira mais fácil e prática. Contudo, no decorrer do tempo, foi tão reinventada e incorporada ao mundo fashion que se tornou item…

8 Motivos para desapegar com o Etiqueta Única!

O mundo da moda passou a ter inúmeras preocupações além de tendências: a sustentabilidade, o consumo consciente e como seus produtos estão impactando o mundo. Existem diversas maneiras de praticá-lo, como adquirir peças second hand, ter consciência do que está comprando, refletir sobre a utilidade da roupa no dia a dia e sobre o tempo…

Revelado mais um Embaixador da Dior: Louis Garrel!

Desde sua fundação em 1946, a maison Dior tem sido referência em bolsas e outros artigos de luxo. Com um legado que atravessa décadas, a marca continua a surpreender, expandindo sua lista de embaixadores famosos. Recentemente, a notícia da adição de Louis Garrel ao seu seleto time de representantes masculinos causou alvoroço no mundo da…
capa do post sobre sapatos de luxo para investir na super sale

4 Sapatos de Luxo para investir na Super Sale!

O sapato é uma peça que está presente no guarda roupa de qualquer pessoa e é essencial no nosso dia a dia, sendo muitas vezes a peça mais importante do look. Ele está presente no mundo da moda há séculos, mais precisamente desde a antiguidade. Quando falamos sobre aqueles de marcas de luxo, sabemos que…